UNAIDS convida todos a ‘fazer barulho’ pela Zero Discriminação

Este ano, no dia 1º de março, Dia Mundial de Zero Discriminação, o Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS) convida todas as pessoas a “fazer barulho” pela #ZeroDiscriminação, para dar voz a vítimas de preconceito e ajudar a prevenir que a discriminação se coloque como um obstáculo em nosso caminho para o alcance de nossas ambições, objetivos e sonhos.

A discriminação tem muitas formas, desde a discriminação racial ou religiosa até aquela relacionada à orientação sexual ou identidade de gênero, passando pelo bullying na escola ou no trabalho e tantas outras. Em apenas três de cada dez países no mundo, há igual número de meninas e meninos frequentando o Ensino Médio. Pessoas com deficiência têm quase três vezes mais probabilidade de terem serviços de saúde negados a elas do que a outros indivíduos.

“Todas as pessoas têm o direito de serem tratadas com respeito, de viverem sem discriminação, coação e abuso”, afirmou o diretor-executivo do UNAIDS, Michel Sidibé, por ocasião do lançamento da campanha. “A discriminação não prejudica só indivíduos, prejudica todos nós, ao passo que acolher e abraçar a diversidade em todas as suas formas nos beneficia todos nós.”

 

 

 

Fonte: ONUBR (Nações Unidas no Brasil)

Data: 02/03/2017

 
Educafro Minas - Centro Franciscano de Defesa de Direitos
Av. Amazonas, 314 - sala 310 - Centro
Belo Horizonte/MG - CEP - 30180-001
Tel: (31) 3271-3038
Província Santa Cruz
Praça São Francisco das Chagas, nº195 - Carlos Prates, Belo Horizonte/MG